Conheça as principais vacinas para cães e gatos

As vacinas para cães e gatos são o principal meio de manter pets protegidos. Assim como nós humanos, eles também estão suscetíveis à contaminação com vários tipos de doenças. Não vaciná-los pode representar a ameaça tanto de sua saúde, quanto a de seus donos. Por isso, é essencial seguir corretamente o calendário de vacinas.

A importância das vacinas para cães e gatos já são bem conhecidas pela maioria dos tutores. Porém, restam algumas dúvidas quanto as datas que devem ser cumpridas, quais as vacinas mais importantes e para que cada uma delas serve. A seguir, iremos apresentar a você todas as vacinas que seu amiguinho precisa tomar!

Quando aplicar vacinas para cães e gatos?

É recomendado que as vacinas para cães e gatos comecem a ser aplicadas ainda quando os pets são filhotes. Desta forma, eles correrão menos riscos de contrair doenças e desenvolverem-nas ao longo da vida. Geralmente, a imunização pode ter início após os 30 dias de vida, quando já foi feita a correta vermifugação. 

vacinas para cães e gatos

Assim, a primeira vacina a ser tomada é a múltipla, com a dose da v8, v10 ou v11, de acordo com a decisão dos tutores e do médico veterinário. Com cerca de 120 dias de vida, os pets são submetidos a segunda mais importante vacina, que é a anti-rábica, além da repetição da dose da vacina múltipla. 

Caso esses prazos tenham sido perdidos ou o cãozinho já seja adulto, o procedimento se torna um pouco diferente. Serão dadas três doses das vacinas polivalentes v8, v10 ou v11, além da vacina anti-rábica. O mesmo é feito quando se trata de pets adotados, os quais não se sabe se já são vacinados ou não. A necessidade de outras vacinas dependerá da região onde o bichinho vive e da recomendação veterinária.

As principais vacinas para cães e gatos

As vacinas que devem obrigatoriamente constar na carteira de vacinação de seu amiguinho são as múltiplas ou polivalentes, que são as v8, v10 e v11, e a vacina anti-rábica. Além destas, existem outras doses não-obrigatórias que são igualmente importantes, tais como as vacinas contra leishmaniose, giárdia e gripe canina. Confira qual a função de cada uma delas:

Vacinas v8, v10 e v11

Estas vacinas são responsáveis por prevenir doenças como cinomose, coronavirose, hepatite infecciosa, leptospirose, parvovirose, parainfluenza e adenovírus. A diferença principal entre elas está que, ao contrário da v8, a v10 e a v11 contam com mais agentes protetores que agem contra as variações da leptospirose. 

Vacina anti-rábica

É a única forma de prevenção para a raiva, uma doença ainda incurável e fatal na maioria dos casos. Por ser uma zoonose, contaminando também os seres humanos, tem alta importância de ser dada a todos os pets e deve ser administrada anualmente por seus tutores. 

Vacina contra giardia

Não é uma vacina obrigatória, porém é essencial no combate contra o parasita denominado giardia. Com a vacinação ainda há a possibilidade de que o cãozinho contraia a patologia, porém em uma intensidade muito reduzida. Ela é feita em duas doses, com um intervalo de 15 dias em cada uma. Seu reforço acontece anualmente, com uma dose única.

Vacina contra gripe canina

Ela é uma forma de auxiliar na prevenção contra a gripe canina, também não sendo obrigatória. Pode ser causada por agentes virais como parainfluienza e adenovírus, pela Bordetella bronchiseptica ou, ainda, pela combinação de ambos os agentes. É uma patologia que causa bastante desconforto ao pet, é contagiosa e pode se espalhar rapidamente em locais com grande concentração de animais de estimação.

Vacinas v3, v4 e v5

Estas vacinas são indicadas principalmente para os gatos. A v3, por exemplo, atua na proteção contra doenças como rinotraqueíte, calicivirose e panleucopenia. Já a v4 tem a mesma função, adicionando a clamidiose. Por fim, a v5 comporta todas estas patologias, com a adição do vírus da leucemia felina. 

Importância do veterinário na vacina 

É importante reiterar que, antes de qualquer situação, é necessário consultar um veterinário especializado, para que ele lhe indique, da melhor maneira, sobre qual tipo de vacina é ideal para o seu pet.

Para continuar tendo acesso às dicas e novidades sobre os pets, acompanhe as postagens do blog da Zooloja!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *